‘Por isso desistiu de levar a arca para a cidade de Davi. Em vez disso, levou-a para a casa de Obede-Edom, de Gate. A arca de Deus ficou na casa dele por três meses, e o Senhor abençoou sua família e tudo o que possuía. (1 Crônicas 13:13,14  NVI)

Três meses da presença de Deus (arca da aliança) foram suficientes para encher a casa de Obededom com a bênção de Deus.

Não sei quantos meses a quarentena pelo COVID-19 vai durar, mas sou um daqueles que acreditam que o Senhor permitiu que essa situação nos desse a oportunidade de estabelecer práticas em nosso lar para atrair a presença dele e, assim, desencadear uma maior bênção para nós e nossos filhos.

A experiência de três meses das pessoas na casa de Obededom tornou-se um serviço vitalício. Eles foram tão afetados que se tornaram responsáveis ​​pelos pórticos do templo, o local mais próximo possível da arca (a presença de Deus) que um homem comum (que não fosse um sacerdote) poderia estar.

Minha oração é que, em última análise, essas práticas se enraízem em seus lares e os encham de bênçãos.

Deixe-me compartilhar essas práticas com você – quatro exemplos de rotinas familiares. Vou lidar com o primeiro deles neste post do blog.

  • Adoração em família
  • Comunhão Sagrada
  • Noites em Família
  • Compartilhando a Palavra de Deus

Os ingredientes que compõem a adoração em família são: louvor e adoração, ensino da Palavra, intercessão e memorização.

Precisamos primeiro agendar um horário e é dever do chefe da família garantir que esse tempo seja respeitado. Além disso, precisamos ter uma agenda a seguir para não nos distrairmos.

Todas as pessoas da casa devem estar presentes, incluindo todos os empregados, sobrinhos, sobrinhas ou primos que moram na casa.

Se limitarmos a adoração a nós mesmos e a nossos filhos, deixaremos uma porta aberta para o inimigo, porque os outros não estariam sob a influência do Espírito Santo.

Torne-o dinâmico e agradável. Lembre-se de que existem crianças e leve em consideração a presença delas.

Compartilhe os papéis de antemão: mestre de cerimônias, o líder da adoração, o pregador, o líder da intercessão.

Permita que todos tenham algo para fazer e mudem de papéis com frequência, de uma sessão para outra.

Permita que as crianças preguem por sua vez, mesmo que a pregação dure apenas cinco ou dez minutos, dependendo da idade. Espere que Deus fale com você através deles.

Deixe-os liderar a intercessão e orar pelos assuntos sucessivamente. Mesmo que a oração deles não seja muito elaborada e dure apenas 20 segundos, às vezes é mais poderosa do que nossas orações mais bonitas, eloqüentes e bem elaboradas. A intercessão deve ser uma oportunidade de orar em voz alta, criando assim uma forte conexão.

Louvor e adoração devem ser um tempo para fixar nossos olhos em Deus e conectar nossas mentes a Ele. Lembre-se de permanecer em silêncio após o culto para ouvir a Deus e compartilhar a mensagem de Deus. Dependendo da idade das crianças, às vezes pode ser complicado, mas não seja rigoroso, permita que todos expressem seus louvores à sua maneira, enfatizando o foco em Deus. Permita dançar, tocar instrumentos ou bater nas mesas como tambor, deixe todos se expressarem e louvarem.

O ensino deve ser adequado para toda a família e deve variar, desde a exortação clássica, às atividades que conduzam aos ensinamentos bíblicos ou a um esboço bíblico.

Permita a todos a chance de bancar o pastor, com uma mesa improvisada, e ouvir atentamente o essencial da mensagem. Você provavelmente precisará de uma série de atividades para fazer isso.

Uma peça em família consiste em levar um texto bíblico com vários atores, ler juntos e depois compartilhar papéis para representá-lo na forma de uma cena. Em seguida, dê a cada membro a oportunidade de compartilhar sobre a experiência que tiveram e as lições que aprenderam. Termine com uma conclusão reunindo todas as lições aprendidas.

Lembre-se de ter um versículo para memorizar e memorizá-lo juntos, depois o afixe pela casa.


Jean Paul Dansou é o Representante Regional do ICMDA para a África Ocidental Francófona

Tradução: Médicos de Cristo

1 Comment

  1. […] En Français, Pусский, Português […]

Leave a Comment